Pontapé inicial da consulta pública para gestão do Maracanã foi dado na ABI

O pontapé inicial da Consulta Pública para Gestão do Complexo do Maracanã foi dado nesta quinta-feira, dia 28, no auditório da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), no Centro do Rio. A proposta do Comitê Popular da Copa e das Olimpíadas é fazer exatamente o que o governo estadual esqueceu, um debate democrático, no qual os donos do complexo – a população como um todo e especialmente seus usuários – serão ouvidos sobre o futuro do estádio e dos equipamentos no seu entorno, explica Gustavo Mehl:

“Queremos mostrar ao governo que a população está mobilizada, que pode oferecer uma resposta à absurda venda, feita sem nenhum tipo de diálogo. Hoje (quinta-feira), começamos a receber sugestões pelo email consultadomaraca@gmail.com, mas na próxima semana vamos colocar no ar uma ferramenta específica para coleta de opiniões”.

Os principais afetados pelo processo irregular de concessão do Maracanã – atletas, estudantes e seus pais, torcedores e indígenas – estiveram na segunda mesa, na qual destacaram a intransigência com a qual vêm sendo tratados. A atleta Monica Lages do Amaral, de 19 anos, da Seleção Brasileira Juvenil de Saltos Ornamentais, se emocionou ao falar da possibilidade de perder a única piscina adequada ao esporte no estado, a do Parque Aquático Julio Delamare, que pode ser demolida para dar lugar a um shopping e a um estacionamento.

“Quando chega nas Olimpíadas, todo mundo fala que não há resultado. Mas, se olhamos direito, vemos que o problema é que não há uma estrutura. Estou há treze anos treinando diariamente. Tão perto das Olimpíadas na minha cidade, que pode ser a minha primeira, o processo vai ser interrompido. Querem passar a gente para o (Parque Aquático) Maria Lenk, mas lá não tem estrutura para os saltos. Só que não há ninguém preocupado com isso além da gente. O foco para 2016 não está em medalhas, mas no dinheiro”, disse Monica.

Na primeira mesa, os deputados estaduais Marcelo Freixo, Clarissa Garotinho e Paulo Ramos, além dos vereadores Renato Cinco e Reimont, debateram caminhos que o Legislativo pode adotar para tentar barrar a privatização do estádio.

Veja as imagens do evento:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s